Marcado como: apresentação geográfica de dados Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Joana Ferrão 2:10 pm em September 24, 2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: apresentação geográfica de dados, , , , ,   

    Ninti One, Austrália 

    Blog-Banner_PT

    Introdução

    A Ninti One é uma Organização Sem Fins Lucrativos que cria oportunidades para os habitantes da Austrália remota, através da aplicação de pesquisa, inovação e desenvolvimento no seio da comunidade. A organização trabalha principalmente com as comunidades Aborígenes e dos habitantes das Ilhas do estreito de Torres (e outras organizações associadas). Nós falámos com Professor Slade Lee sobre o uso do software de mapas InstantAtlas na NintiOne.

    Quando começaram a utilizar InstantAtlas?

    A NintiOne começou a utilizar o software de mapas InstantAtlas há dois anos atrás para apresentar informação e investigação que pudesse ajudar – partes interessadas, governo, legisladores e o público em geral – a compreender melhor os problemas que afetam as pessoas que vivem em regiões remotas da Austrália.

    O que procuravam na altura?

    O nosso trabalho está muito focado nas áreas cuja densidade populacional é muito baixa, mas cuja importância social e cultural seja significativa. Isto equivale a 83% da área territorial da Austrália. Estávamos a procura de um software de visualização de dados que pudéssemos utilizar para reunir dados e informação de uma maneira simples de compreender.

    Ninti-One-labourforce-statistics-atlas

    O software InstantAtlas é um veículo muito promissor e útil para este propósito e nós criámos vários recursos conhecidos por Remote Australia Online Atlas (RAOA). Isto pode ser acedido através do Resource Centre, que providencia outras ferramentas, tais como procura bibliográficas em bases de dados.

    O que é o Atlas da Austrália Remota?

    Atualmente, já quatro Atlas integrados inseridos na coleção e todos utilizam dados dos últimos 3 censos nacionais realizados pelo Australian Bureau of Statistics em 2001, 2006 e 2011. A geografia de base está dividida em Statistical Local Areas (SLA). Os quatro Altlas deste grupo têm disponíveis dados demográficos, de comércio e indústria e estilo de vida – estes estão restritos aos mapas classificados como ‘remotos’ ou ‘muito remotos’.

    Ninti-One-median-income-atlas

    Qual é o próximo passo para o Atlas das Regiões Remotas Australianas?

    O próximo passo é construir Atlas novos e não relacionados utilizando os nossos dados, fruto da nossa investigação. O primeiro Atlas será o ‘Atlas da Arte’. Este Atlas é baseado num projeto de pesquisa que reuniu uma grande quantidade de dados sobre artistas Aborígenes e outros aspetos relacionados com arte, presente nas regiões remotas Australianas. Vamos também utilizar os nossos próprios shapefiles e conjuntos de dados.

    Adicionalmente, temos dezenas de projetos nos maiores distritos da Austrália Remota (incluindo trabalho em sociologia mineira, educação e industria pastoral, turismo, alimentos do bosque, mobilidade populacional e alterações climáticas). Nenhum destes atlas vai produzir bases de datos, mas os investigadores principais sabem que InstantAtlas está a sua disposição e que podem apresentar o seu trabalho em Atlas personalizados.

    O quão fácil é trabalhar com InstantAtlas?

    Partimos do princípio de que cumpriria com o prometido mas não tínhamos ideia do quanto. Tivemos de alocar uma pessoa só para reunir todos os dados que tínhamos numa folha de excel. Eu fui chamado posteriormente para ajudar a organizá-los.

    Com o suporte do distribuidor Australiano InstantAtlas Success with Software fomos capazes de criar os mapas que quisemos. Sem dúvida que teria sido mais fácil para técnicos mas qualquer pessoa com conhecimentos razoáveis de informática, tempo e prática, consegue trabalhar muito bem com o software.

    Como é que InstantAtlas está a ajudá-lo a cumprir os seus objetivos?

    A nossa administração está maravilhada com os Atlas e a reação que temos recebido dos acionistas tem sido muito positiva. O concelho de administração está empenhado em criar mais atlas online, o que mostra que estão contentes com este recurso, encarando-o como um meio efetivo para divulgar o nosso trabalho.

    O que é que os utilizadores acham do Atlas?

    A reação tem sido muito positiva e encorajadora. Foi-nos só pedido para fornecer instruções simples com os Atlas e foi o que fizemos, utilizando o botão User Guide, como ajuda adicional ao InstantAtlas Help que é providenciado no botão Technical Guide.

    Quais são os benefícios da utilização de InstantAtlas?

    • Ajudou-nos a apresentar informação geográfica num formato interativo e que pode ser usado repetidamente para elaborar mais Atlas;
    • A representação gráfica é muito interativa – e os utilizadores gostam dessa característica;
    • Temos uma ferramenta muito útil para mostrar o nosso trabalho e que é muito atrativa aos olhos dos nossos acionistas.
     
  • Joana Ferrão 3:00 pm em September 3, 2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , apresentação geográfica de dados, , , recurso online interactivo   

    St. Helens Together 

    Contexto

    St. Helens Together é uma Parceira Estratégica Local (en inglês: Local Strategic Partnership – LSP) para o Concelho de St. Helens. A PEL é um órgão voluntario que facilita um fórum onde as necessidades da comunidade local podem ser enaltecidas e os serviços delineados em harmonia com as mesmas. A PEL está actualmente focada em 5 temas chave: crianças e jovens; comunidades e bairros; desenvolvimento económico e empresarial; comunidades mais sãs, e idosos e comunidades mais seguras.

    Falámos com Catherine Fletcher, Administradora de Informação, Parcerias e Politicas do Concelho, sobre a informação que as PEL necessitam e como estão a ser endereçadas.

    Catherine explica que o Acordo de Área Local foi um catalisador para a partilha de informação entre os parceiros da PEL e o próximo passo para ter uma melhor compreensão das necessidades dos bairros. Os parceiros começaram a olhar para um modo de apresentar dados que pudesse trabalhar em conjunto com os sistemas existentes que já tinham. “O próximo passo era a apresentação geográfica de dados porque chegamos ao ponto em que éramos bons a partilhar informação mas também precisávamos de a compreender,” diz Catherine.

    O Começo

    A PEL decidiu utilizar InstantAtlas e começou a criar um recurso online interactivo chamado SHARE, que fornecia informação chave acerca de St. Helens. A Catherine nos diz, que a intenção era fornecer informação numa gama alargada de tópicos, usando tabelas, relatórios, gráficos e mapas.

    O website foi desenhado para um público de não profissionais e tem uma interface de fácil navegação. Contudo, os usuários tendem a ser profissionais e são, fundamentalmente, funcionários do Concelho e funcionários de outras agências parceiras.

    De encontro às necessidades

    Um bom exemplo é a maneira como o website está a ser usado como uma plataforma partilhada, no desenvolvimento do Joint Strategic Needs Assessment (JSNA). Algumas das prioridades estabelecidas no programa de gestão de bairros foram determinadas pela apresentação de dados e estatísticas que estão disponíveis no SHARE.

    Em adição, St. Helens é um dos sites pioneiros para os Quadros de Saúde e Bem-Estar (em inglês: Health and Wellbeing Boards) e a plataforma está ajudando a desenvolver ligações com o consórcio de Médicos de Família. Contudo, o lancamento público ainda não foi feito.

    “Estabelecemos um grupo de partes interessadas para obter reacção e a resposta mais comum foi que o serviço que o SHARE prestava os ajudava para além dos dados. O site é facil de navegar e combinado com a nossa abordagem narrativa, torna-nos um pouco diferentes – somos muito mais focados nas histórias,” diz Catherine.

    Desenvolvimentos Futuros

    Catherine diz que o SHARE apresenta um sem número de oportunidades para desenvolvimentos futuros, embora neste momento se deparem com problemas orçamentais. “Gostaríamos de continuar nosso projecto, baseados no desempenho, através da construção de um valor extra em torno das despesas. Por exemplo, poderíamos apoiar o nosso departamento financeiro identificando os nossos dados com seus custos unitários. Tendo esta informação em nossa posse significaria sermos capazes de tomar melhores decisões mais rapidamente “, diz Catherine.

    “Em última instância, gostaríamos de desenvolver um reservatório central de informações que nos ajudasse com as necessidades de nosso bairro e isso incluiria secções sobre crianças e pobreza – algo que ainda nos falta”

    Benefícios Chave

    • St Helens SHARE é uma fonte valiosa de dados;
    • Os usuários não-profissionais e profissionais podem encontrar o que desejam de forma rápida;
    • Propostas de financiamento podem ser produzidas com dados confiáveis e consistentes.
     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar