Universidade de Rice, Houston, Estados Unidos

Untitled-2

Contexto

O Centro Shell de Sustentabilidade da Universidade de Rice em Houston criou um website para ajudar os habitantes de Houston a obter mais informações sobre sustentabilidade e recursos comunitários. Dados referentes a 3 anos foram utilizados para produzir 24 indicadores de sustentabilidade sociais, económicos e do meio ambiente e referentes a distintas geografias. O website permite aos utilizadores interagir com os dados e fazer comparações entre bairros e distritos. Falámos com Lester King, professor de Sustentabilidade no Centro Shell, autor dos mapas.

Porque estavam buscando uma solução de visualização de dados?

Queríamos contribuir para que população tivesse mais informação sobre atividades sustentáveis em Houston, demonstrando ao mesmo tempo os quão esclarecedores dados podem ser quando utilizados em assuntos relevantes que digam respeito à cidade. O nosso objetivo era garantir que a informação podia ser consultada com facilidade e de um modo compreensível.

Travei conhecimento com InstantAtlas durante a conferência Community Indicators Consortium (CIC), e pude constatar que o software era fantástico. Mais tarde, e quando fui contratado para desenvolver os indicadores de sustentabilidade, precisei de uma ferramenta que me ajudasse a colmatar a minha pouca experiência em design, programação web e análise de dados, sem precisar de contratar uma equipa adicional de designers e programadores, Não foi difícil, uma vez que os modelos InstantAtlas estão muito bem desenhados.

Qual o objetivo do projeto?

O projeto Houston Sustainability Indicators (HSI) é um programa de longo prazo para apoiar a análise quantitativa e qualitativa da sustentabilidade em Houston. As métricas para os indicadores escolhidos foram definidas e baseadas na revisão de literatura, consultadoria especializada e esclarecimentos sobre os dados disponível.

O projeto utiliza 24 indicadores de desenvolvimento sustentável para medir o desenvolvimento utilizando a fronteira da cidade de Houston. Os indicadores foram selecionados para ir de encontro com a mesma medida os três pilares da sustentabilidade (social, económica, e desenvolvimento ambiental). Os dados foram recolhidos para os anos 1990, 2000 e 2001.

Recolher os dados envolveu trabalhar com vários tipos de software tais como ArcGIS, Excel e Access. Depois, tive de perceber como integrar os dados nos modelos InstantAtlas, o que significou aprender como é que os modelos tinham sido programados. Não tive de alocar tempo no desenho da visualização porque os modelos já estão prontos.

 

Radar-Chart

Que tipos de reações tiveram?

Todos os que viram esses modelos gostam deles, sem exceções. O único desafio é que há alguns utilizadores que não querem perder tempo a compreender todas as funções do software, e por isso mesmo estamos a desenvolver uma serie de vídeo chamadas ‘How to’ para ajudá-los a conseguirem o que querem. Também apresentei este projeto a individuais no governo local que ficaram muito impressionados e estão agora a decidir se querem fazer algo parecido com alguns dos seus projetos.

Como vão desenvolver o Atlas de sustentabilidade?

O nosso plano é criar relatórios a cada 6 meses, e isto vai englobar vários temas, incluindo: fatores que contribuem para a redução do crime e escassez de alimentos na cidade (o que vai ajudar a compreender que fatores de desenvolvimento existem em áreas que tem pouco acesso a frutas e vegetais). Vamos também analisar o nível de desigualdade em bairros com problemas.

Quais são os benefícios de utilizar InstantAtlas?

Era importante manter nossa reputação na cidade como instituição que providencia resultados de investigação isenta e de alta qualidade.

  • Com este programa de mapas, os dados são agora de utilização e consulta livre;
  • Os utilizadores podem pesquisar informação e compará-la a diferentes áreas da cidade;
  • Temos agora um website dinâmico que é uma obra prima;
  • Toda a experiência foi muito positiva graças ao suporte prestado por InstantAtlas.

 

Anúncios