Instituto Doutoral de Políticas baseadas em Evidências (Japão)

EBP

Contexto

O Instituto Doutoral de Políticas baseadas em Evidências (‘Doctoral Institute for Evidence Based Policy’, em inglês) é o revendedor oficial InstantAtlas no Japão e trabalha com várias universidades, ajudando-as na visualização de dados. A equipa inclui um membro especialista em Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e ajuda clientes, extraindo grandes quantidades de dados e apresentando-os em mapas e relatórios. Um dos clientes do Instituto é a Universidade Nihon Fukushimi. Um académico da Universidade sugeriu ao Instituto que analisasse o produto depois de ter estado presente numa conferência no Reino Unido, onde viu a aplicação InstantAtlas em acção.

Naomi Kawakami, consultora no Instituto, diz que o trabalho feito para as Universidades envolve pegar em dados em bruto e apresentá-los em formato de mapa. A equipa utiliza programas de SIG para agregar e manipular informação espacialmente e depois apresentá-la em mapas, que são normalmente convertidos em PDF e imagens. Contudo, a equipa reconheceu a necessidade de apresentar os mapas noutro formato, preferencialmente interactivo e online, que permitisse aos clientes explorar a informação. “Quando descobrimos InstantAtlas concluímos que nos permitiria produzir visualizações de dados interactivas com poucos recursos, ideal para clientes com um orçamento limitado,” diz.

O começo

Naomi e a sua equipa estão familiarizados com software de Sistemas de Informação Geográfico (SIG) e por isso criar os ficheiros de dados revelou-se muito simples. Por outro lado, verificaram também que para aqueles que não tinham conhecimento específico em SIG, a facilidade de manuseamento se mantinha. A possibilidade de escrever na sua língua materna (Japonês) e de personalizar cada um dos relatórios revelaram-se as maiores vantagens trazidas pela utilização do software InstantAtlas. “Isto para nós fez uma grande diferença,” diz Naomi. “Significa que podemos criar relatórios com muita facilidade utilizando uma interface em Japonês.”

De encontro às necessidades

O Instituto está a criar relatórios InstantAtlas para os seus clientes, que dizem que os mesmos lhes permitem uma análise completamente diferente dos dados. “Os relatórios permitem aos nossos clientes visualizar os dados; a compreensão dos mesmos é também facilitada, quando comparada à análise de uma tabela ou gráfico. Fica também mais fácil fazer comparações com diferentes áreas geográficas,” diz Naomi.  “Um os nossos clientes universitários está muito impressionado com a qualidade dos mapas, gráficos e tabelas dos relatórios InstantAtlas, bem como com o elemento de visualização interactiva.”

Naomi acha que a promoção da visualização de dados pode fomentar iniciativas de partilha de dados no Japão. “O Governo Japonês recolhe uma grande quantidade de dados que não são partilhados significativamente. Ao utilizar ferramentas efectivas de partilha, esperamos que esta seja incentivada.”

Desenvolvimentos futuros

Assim como melhorar a publicação de dados estatísticos recolhidos ou tratados por diferentes agências administrativas no Japão, um dos desejos do Instituto é fazer parceria com empresas do sector privado que trabalhem com sistemas de suporte de gestão de saúde. O Instituto quer que InstantAtlas seja a ferramenta de eleição no que toca à visualização de dados.

Preventative-Care-Web-Atlas

Benefícios Chave

  • O Instituto está a oferecer aos clientes uma ferramenta de visualização de dados muito simples de utilizar e de fácil personalização, indo de encontro às necessidades de cada um.
  • As traduções deixaram de ser necessárias, já que InstantAtlas cria relatórios em Japonês.
  • A análise dos dados é mais profunda e o entendimento dos mesmos, mais fácil.
Anúncios